29/07/2022

Arquitetura corporativa: como os projetos de espaços de trabalho podem ser otimizados?

Os espaços empresariais podem ganhar muito quando são especialmente projetados pela arquitetura corporativa.

Afinal, não é porque esse é um lugar de trabalho, que ele não precisa ser confortável, elegante e, principalmente, ter uma funcionalidade que vai além de um ambiente de empresa comum.

É por isso que a arquitetura corporativa tem ganhado cada vez mais força, já que muitos empreendedores têm investido na criação de espaços adequados e que, além da funcionalidade, são estimulantes para o desenvolvimento de um trabalho mais dinâmico e prazeroso.

Aqui na Arqplace nós já recebemos muitos pedidos de itens que são voltados para projetos corporativos e isso nos interessou bastante.

Por isso, falamos com os nossos especialistas para saber um pouco mais sobre esse tipo de arquitetura e entender como os projetos podem agregar aos espaços. Isso também te interessa? Então, confira tudo o que compilamos de informação.

 

Afinal, o que é a arquitetura corporativa?

Chamamos de arquitetura corporativa todo o viés da arquitetura que é voltado para a criação de espaços de trabalho.

Em suma, são os projetos empresariais, que visam agregar conforto, bem-estar e, também, a funcionalidade que esses ambientes exigem.

Para que a arquitetura corporativa seja bem executada, é fundamental que ela siga a proposta de otimizar o espaço, de modo que o ambiente de trabalho tenha ainda mais ganhos em ergonometria e saúde laboral.

 

Como a arquitetura corporativa pode favorecer o ambiente de trabalho?

A proposta principal da arquitetura corporativa é o de otimizar os espaços voltados para os ambientes de trabalho.

Isso, por sua vez, pode ser alcançado com o uso de algumas técnicas, que acabam por proporcionar uma dinâmica muito mais fluida para o lugar.

Quer saber quais são elas? Então, confira!

Criar um projeto luminotécnico

A iluminação nos ambientes de trabalho é um dos pontos mais importantes do projeto arquitetônico. Tanto, que essa parte acaba recebendo um projeto próprio também.

A ideia, aqui, é criar um equilíbrio perfeito: nem um ambiente escuro demais, que gere sono ou force a vista do colaborador, nem claro demais, que cause dor de cabeça ou nos olhos.

Escolher as cores certas

Comprovadamente, as cores possuem uma enorme influência em nosso psicológico. Por isso, vale a pena pensar bem na escolha delas, quando estiver projetando um escritório.

Paredes de cores neutras realmente proporcionam uma sensação mais confortável e clean, criando um ambiente sofisticado e elegante.

Porém, as paredes coloridas estimulam os colaboradores, deixando-os mais animados, principalmente se forem cores vivas e quentes.

Espaços de descanso/produtividade

Muitas empresas arrojadas já vêm investindo na criação de espaços de descanso que são, na verdade, “pit stops” para a produtividade.

Por vezes, o colaborador precisa de cinco minutos de pausa, para poder reestimular sua criatividade e sua capacidade de trabalho.

Para tanto, ter um ambiente que lhe proporcione isso é ideal. Nesse caso, a arquitetura corporativa entra como uma aliada importantíssima, pois pode ajudar o colaborador a ter esse espaço de maneira perfeita.

Identidade visual

Uma empresa é o espaço físico representativo de uma marca. E uma marca, por sua vez, é composta por diversos outros elementos, como o logotipo, a tipografia, cores, entre outros.

Na arquitetura corporativa todos esses detalhes são levados em conta no momento de executar o projeto.

Quer um exemplo de como isso se dá na prática? Vamos pensar, então, no ramo da empresa.

Uma clínica médica precisa ser um ambiente de paz e tranquilidade. Logo, é ideal que se utilize cores mais neutras e sóbrias, valorizando a identidade visual da empresa. Para tanto, vale a pena até mesmo usar os detalhes do logotipo ou as cores da marca como detalhes especiais.

Agora, imagine uma agência de publicidade, que é especializada em um público mais jovem e moderno. Nesse caso, o ambiente precisa estimular a criatividade e, por isso, vale a pena investir em cores mais vivas e elementos arquitetônicos que sejam mais irreverentes.

Divisão de espaços

Esse talvez seja o maior desafio da arquitetura corporativa: compor um ambiente ideal para o trabalho em termos de espaço.

Em alguns lugares, a famosa baia pode ser a escolha correta. Em outros, isso pode prejudicar a produtividade.

Nesse caso, vale a pena considerar qual é o foco de trabalho da empresa e entender quais são as propostas ideais de produção. Se ela pertence a um ramo onde é importante a troca de ideias, as conversas frequentes e a atividade colaborativa, os espaços devem ser pensados para a integração. O mesmo, é claro, vale para o contrário.

 

A Arqplace pode ajudar o seu projeto de arquitetura corporativa!

Se você é um arquiteto especialista na projeção de ambientes de trabalho, venha bater um papo com a gente.

Aqui na Arqplace nós temos ótimos itens que vão ajudá-lo a compor projetos de arquitetura corporativa incríveis!

Nossos preços são imbatíveis e também estamos dispostos a proporcionar as melhores condições para você. Acesse agora o nosso site e conheça o nosso portfólio!

Fale conosco
pelo Whatsapp